Open Banking: a fórmula que revolucionou as dinâmicas financeiras

Publicado em: 14/07/2022 16:07

Certamente se você está por dentro do mercado financeiro, já ouviu falar do Open Banking. A nova dinâmica financeira chegou há pouco tempo no mercado, já que a sua primeira fase de implementação ocorreu em fevereiro de 2021. No entanto, apesar de recente, já causou uma completa revolução na forma como pessoas físicas e jurídicas lidam com as finanças.

 

O que é Open Banking?

O Open Banking, ou sistema financeiro aberto, nada mais é do que uma solução de integração de dados, pessoas e instituições financeiras, por meio de tecnologias seguras e inovadoras, como as APIs (Application Programming Interface), com o objetivo de agregar benefícios e facilidade para a vida dos usuários.

Na prática, funciona da seguinte forma: o usuário concorda em compartilhar suas informações no sistema aberto, entre instituições financeiras confiáveis e cadastradas, para, dessa maneira, obter todas as vantagens que o Open Banking proporciona. É de extrema importância frisar que essa partilha de dados só acontece com o aceite do indivíduo, que escolhe quantas e quais informações deseja abrir.

Mas quais são as vantagens do Open Banking?

Vamos imaginar duas situações: na primeira, você é cliente de um mesmo banco há muitos anos, mas está pensando em abrir uma conta ou solicitar uma simulação de crédito em uma nova instituição. Essa empresa financeira ainda não conhece suas informações, não sabe do seu histórico e por isso, o processo de aprovação se torna muito mais lento, complicado e até mesmo ineficaz.

Agora, com as vantagens do Open Banking, basta que o usuário aceite compartilhar seus dados com esta instituição para que seus documentos financeiros estejam a alguns cliques de distância. Dessa forma, há maior acessibilidade na abertura de contas, transações de câmbio e demais serviços em uma ou mais instituições bancárias. Assim fica bem mais simples lidar com toda a burocracia, certo?

A segunda situação diz respeito àquelas empresas que precisam lidar com vários bancos ao mesmo tempo: um para fornecedores, outro para a folha de pagamento, mais um para recebimentos e por aí vai. Neste caso, com o Open Banking, aliado às soluções da Theke, torna-se muito simples integrar informações e executar uma gestão financeira organizada e efetiva.

 

O histórico do Open Banking

E a revolução já está acontecendo! Toda aquela burocracia financeira passou a ser bastante acessível, além de haver mais segurança para os usuários, através de sistemas relacionados à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e outras tecnologias desenvolvidas para garantir a segurança dos processos.

Com as novas ferramentas de pagamento difundidas na terceira fase do Open Banking, por exemplo, tanto usuários, quanto instituições financeiras obtiveram a maior facilidade nos processos de pagamento e recebimento. Já na quarta fase, com o Open Finance e demais funcionalidades ligadas às linhas de investimentos, câmbio e muito mais, o Open Banking se transformou ainda mais, beneficiando pessoas ou empresas que desejem contar com linhas de crédito de bancos credenciados.

Assim, por meio do uso das APIs – tecnologia voltada à integração de sistemas, utilizada pela Theke para otimizar a gestão financeira de dezenas de empresas todos os dias –, o Open Banking já fez história no mercado financeiro e pode fazer história para o seu negócio, também.

Deixa a Theke ajudar o seu empreendimento a ter uma gestão cada vez mais efetiva do setor financeiro e tornar o seu negócio ainda mais escalável!

Saiba como as nossas soluções vão revolucionar a sua empresa. Clique aqui e descubra!